Um milagre de Deus, na vida de Luciano Huck e Angélica

AGELOs apresentadores Luciano Huck e Angélica passam bem após deixarem o Hospital Israelita Albert Einstein, na segunda-feira (25), por volta das 21h20. Eles foram hospitalizados e receberam alta, depois de terem passado neste domingo (24), por um pouso forçado com o avião onde viajavam com os três filhos e duas babás perto de Campo Grande (MS).

Ao sair, Luciano Huck disse: “Quero ver as crianças”, se referindo aos três filhos (Benício, Joaquim e Eva), que já estão em casa desde domingo com as babás Marcíleia Eunice e Francisca Clarice Canelo. “Graças a Deus estamos indo para casa,” disse o apresentador.

Luciano também falou, “esta tudo bem com os exames da Angélica.” Angélica deixou o hospital com um colar cervical e disse “Estou medicada. Estou ótima. Bati um pouco mais, apanhei um pouco mais”, afirmou a apresentadora. “Agradeço o apoio de todo mundo.”.

Já fora do Hospital, em entrevista a TV na terça dia 26, Angélica ao falar sobre o pouso, conta que Luciano falou: “A gente vai cair”, e afirmou que “Foi um milagre porque tudo quebrou menos a gente”. “Eu ainda não consegui dormir porque eu fecho o olho e fico vendo tudo de novo”.

Angélica e Luciano huck

Angélica e Luciano Huck

O apresentador afirmou. “As cenas são muito reais, muito fortes, nunca tinha tido uma cena recorrente que você fecha o olho e vê ela.” Huck teve uma fissura pequena em uma vértebra torácica.  Angélica distendeu três músculos pequenos que são ligados à bacia e o músculo da cervical, da nuca. Não houve fraturas.

Em seu comentário Luciano Huck também disse: “Foi um milagre, a gente encarou como um milagre, foi o renascimento da família toda”. E relatou, “minutos antes do pouso, agente estava voltando em direção a Campo Grande. O Benício do meu lado, o Joaquim na minha frente, a Angélica e as duas babás e a Eva estava brincando pelo avião. Aí o avião deu uma bundadinha de lado. Eu gosto de aviação, olhei, o piloto estava mexendo na bomba de combustível, eu olhei o painel, vi que um motor estava apagado. Só posso agradecer, ele salvou a todos nós”.

Angélica também em entrevista à TV na terça dia 26 Já após receberem alta disse: “No momento do acidente, Ele virou para mim, estava muito pálido (se referindo a Luciano). Eu falei “A gente vai pousar?”, “Não, a gente vai cair. Abaixa”.

“A gente abaixou. Quando olhei, um dos lados apagou, um dos motores, e o avião embicou. Eu olhei para ele, eu vi que a gente estava caindo e meu filho gritava muito: ‘eu não quero morrer’. Eu entrei em pânico. Passou na minha cabeça que a gente ia se machucar muito ou morrer. A lembrança que eu tenho é que como se a gente tivesse morrendo mesmo, um silêncio, algo estranho” disse A loira.

Angélica afirmou também: “Eu nunca tive tanta fé. Ele é uma pessoa de muita fé também, a gente tem religiões diferentes”.

Palavras de Angélica: “É, e a gente meio rezava junto dentro do avião nesses últimos minutos assim, né? Eu, a gente deu mão, abraçou, a gente fez tanta coisa em quatro minutos nesse avião”.

Palavras de Luciano Huck: “Eu estou pensando assim: mas como agradece, a quem agradece”.

Angélica disse também: “Eu choro quando vejo todo mundo, eu choro de felicidade, de desespero um pouco do que a gente viveu e quando recebo alguma mensagem de alguém que eu conheço ou não conheço. Eu choro porque é muito amor também.

Entenda como aconteceu o acidente:

A apresentadora Angélica e a equipe estavam em Mato Grosso do Sul para gravações do programa “Estrelas” da TV Globo. De acordo com o GShow, a apresentadora grava nova temporada especial no Pantanal de Mato Grosso do Sul. Na manhã de domingo Angélica e a família voltavam de gravações, quando o avião teve de fazer um pouso forçado em uma fazenda a cerca de 30 km de Campo Grande. O avião em que os apresentadores e a família viajavam é da Embraer, modelo 820C, matrícula PT-ENM. O piloto Osmar Frattini, de 52 anos, em entrevista ao G1 afirmou que a aeronave sofreu uma falha na bomba de combustível o que os obrigaram a fazer um pouso forçado em uma propriedade nas imediações da rodovia MS-080, na saída para a cidade de Rochedo.

Após conseguirem o pouso, foram socorridos e levados para SANTA CASA ainda em Mato grosso do Sul, onde foram atendidas por profissionais da neurologia, cardiologia, clínica geral e pediatria dentro do Sistema Único de Saúde (SUS). De lá, foram transferidos para o hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo, onde fizeram vários exames, foram medicados, ficaram em observação até no inicio da noite de segunda.

O avião, segundo informações disponibilizadas nos registros no site da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). A inspeção anual de manutenção tinha validade até 12 de junho de 2015. A aeronave pertence à empresa MS Táxi Aéreo e segundo a Aeronáutica, o avião envolvido no acidente estava com a documentação regular.

Angélica ao falar sobre ter sobrevivido a um acidente de avião disse “Foi um milagre”, “Deus nos salvou” “Estamos nos recuperando física e emocionalmente. Foi um milagre o que aconteceu. Ao falar dos filhos Joaquim, Benício e Eva, disse: “As crianças estão bem graças a Deus!”. O piloto Com 31 anos de experiência e ciente da atitude correta, falou que a sua felicidade é saber que todos saíram bem.

Gostou? Compartilhe:

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *