Aumenta o número de eleitores a favor do impeachment de Dilma Rousseff

Foto Oficial Presidenta Dilma Rousseff. Foto: Roberto Stuckert Filho.

Foto Oficial Presidenta Dilma Rousseff. Foto: Roberto Stuckert Filho.

Aumentou o numero de eleitores a favor do impeachment da Presidente Dilma, é o que revela a pesquisa realizada pela CNT/MDA e divulgada nesta terça-feira (21). A pesquisa mostra que a avaliação do governo é muito ruim no momento e que aumentou o número de pessoas que são a favor do impeachment da atual presidente do Brasil Dilma Rousseff.

A pesquisa divulgada mostra que 70,9 por cento dos entrevistados, têm uma avaliação negativa em relação ao governo de Dilma e apenas 10,8 avaliavam o atual Governo Federal como ótimo ou bom.

Na comparação com o mês de março deste ano, a pesquisa mostra que a insatisfação da população com o governo aumentou nos últimos meses. Os números mostram que em março 64,8 por cento dos entrevistados tinham uma avaliação negativa do governo, hoje, são 70,9 por cento.

No que se refere ao impeachment da presidente, 62,8 por cento dos entrevistados se declararam casacão do mandato, no levantamento anterior o numero a favor foi de 59,7 por cento. Os números mostram que aumentou o número de pessoas a favor da saída de Dilma da Presidência.

O levantamento revela também que se a eleição presidencial fosse hoje, o senador Aécio Neves (PSDB-MG) teria 35,1 por cento das intenções de voto, contra 22,8 por cento, do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e 15,6 por cento da ex-senadora Marina Silva, terceira colocada na disputa de 2014.

De acordo com a pesquisa, 44,8 por cento acreditam que se Aécio tivesse vencido a eleição no ano passado seu governo estaria melhor do que o de Dilma. Porém, 36,5 por cento acham que o governo do tucano estaria igual ao da Presidente Dilma, e apenas 10,9 por cento imaginam que o governo de Aécio caso tivesse sido eleito, estaria pior do que o do governo atual.

O instituto responsável pelo levantamento (MDA) ouviu 2.002 pessoas entre os dias 12 e 16 de julho, na pesquisa encomendada pela Confederação Nacional do Transporte (CNT). A margem de erro da pesquisa divulgada nesta terça-feira é de 2,2 pontos percentuais para cima ou para baixo.

Fontes: CPB – Agencias de Noticias. Ag. Câmara Senado Federal, Agência/TV Senado e CPB.


CPB INFORMA:

O conteúdo desta notícia é de inteira e exclusiva responsabilidade de seu autor, não refletindo opinião oficial do site/portal www.correiopopulardebrasilia.com.br ou dos demais editores do Jornal.

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *