Barack Obama diz que EUA vai “destruir o Estado Islâmico” .

Presidente dos Estados Unidos, Barack Obama.

Presidente dos Estados Unidos, Barack Obama.

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, em pronunciamento ao vivo pela TV neste domingo (6), comunicou que o país “destruirá” o grupo Estado Islâmico.

Vamos destruir o Estado Islâmico”, Afirmou Barack Obama.

Segundo Barack Obama O Estado Islâmico não fala pelo Islã. “São matadores e assassinos”. Um “culto da morte”. Destacou o líder americano.

Barack Obama comunicou também, que o atentado na Califórnia, realizado segundo a Polícia Norte Americana, pelo americano Syed Farook e sua mulher paquistanesa, Tashfeen Malik, na qual morreram 14 pessoas, foi um “ato de terrorismo” e prometeu que o grupo Estado Islâmico será “destruído”.

Esta é a terceira vez que Obama faz um discurso direto do Salão Oval da Casa Branca.

Em sua fala Barack Obama também disse:

Nós, vamos manter a Esperança e Vamos Vencê-los, mantendo as nossas forças, nossa inteligência, mantendo-nos resilientes e focados”.

Também afirmou:

Nossas forças Militares, vão continuar a caçar todos esses terroristas em qualquer país do mundo”… “No Iraque e na Síria as nossas forças estão eliminando os pontos de atividades do estado Islâmico”.

Obama continuou seu discurso dizendo:

Temos outras forças aliadas que vão nos ajudar na federação de nos nossos esforços para destruir o estado Islâmico, e nos vamos continuar a treinar e dar equipamentos às forças Iraquianas e Sírias, no seu trabalho em solo para eliminar esses complexos de segurança do estado Islâmico”.

Trabalharemos com nossos aliados Europeus, também com a Turquia, e também estamos cooperando com outros países…, para trazer abaixo essa ideologia que trás somente vícios…” comentou Obama.

O presidente dos Estados Unidos também sugeriu a implementação de controles de fronteira, defendendo que haja uma triagem mais rígida de pessoas que entram nos estados Unidos.

Obama defendeu que haja um controle maior sobre a venda de armas de fogo. Segundo ele, para que seja “mais difícil matar” nos Estados Unidos, defendendo, que é necessário, dificultar o acesso a armas de fogo nos EUA, principalmente de armas como as que foram usados no atentado, em San Bernardino na Califórnia, recentemente.

Presidente dos Estados Unidos

Presidente dos Estados Unidos

O Presidente Americano também defendeu a atual “estratégia” usada pelos Estados Unidos contra o Estado Islâmico, que conta com ataques aéreos, e apoio a forças locais a países que como o Iraque e a Síria que estão lutando para recuperar o controle de seus países.

Para ajudar a conter essa ameaça, o presidente Obama pediu o apoio às pessoas que trabalham com tecnologia, dizendo:

Conclamamos todos os que trabalham com tecnologia que ajudem as forças americanas a eliminar o estado Islâmico. Estamos em casa e precisamos trabalhar juntamente para chegarmos a este resultado”

Em meio à coletiva, Obama também afirmou:

Esta é uma questão de Segurança Nacional.” …“É necessário impedir que matem as pessoas”…

E concluiu o discurso dizendo:

 Se o congresso acredita no que eu acredito, que estamos de fato em guerra contra o Estado Islâmico, é necessário então, continuar a autorizar o uso das forças contra estas forças terroristas”. Destacou o líder Norte Americano.

Fontes: CPB – Agencias de Noticias. Agencias internacionais, G1, UOl e CPB.


CORREIO POPULAR BR1


CPB INFORMA:

O conteúdo desta notícia é de inteira e exclusiva responsabilidade de seu autor, não refletindo opinião oficial do site/portal www.correiopopulardebrasilia.com.br ou dos demais editores do Jornal.

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *