Estado do Rio de Janeiro – Brasil 450 anos de História

Vista da Praia de Botafogo em dois tempos (Foto Augusto Malta e Marcello Cavalcanti Divulgação)

Vista da Praia de Botafogo em dois tempos (Foto Augusto Malta e Marcello Cavalcanti Divulgação) Projeto Augusto Malta Revival Rio de Janeiro

Estado do Rio de Janeiro 450 anos – Brasil

História do Rio de Janeiro

No dia 1º de março de 1565, foi oficialmente fundado a cidade de São Sebastião do Rio de Janeiro que atualmente recebe o nome de Rio de Janeiro.

Após a chegada dos portugueses ao Brasil, o nosso país foi devido em varias colônias para povoamento. No entanto, Em 1555, o Rio de Janeiro foi invadido pelos franceses que pretendiam fundar uma colônia francesa em terras cariocas.

Para combater esta invasão francesa foi organizada uma expedição comandada por Estácio de Sá, sobrinho do governador Mem de Sá, que chegou a nossas terras em 28 de fevereiro de 1564, trazendo navios e soldados, desembarcou na praia entre o morro Cara de Cão e o Pão de Açúcar. E foram bem sucedidos em sua missão expulsando os franceses.

A nome do Rio de Janeiro é citado oficialmente pela primeira vez com a chegada da segunda expedição exploratória portuguesa no Brasil, comandada por Gaspar lemos, que chegou no mês de Janeiro de 1502 em nossas terras, supostamente na foz de um rio, que por consequência sérvio de inspiração para que se desse a aquela região o nome de Rio de Janeiro, sendo RIO em referência ao rio que desembarcou as margens e JANEIRO em referencia ao mês de Janeiro mês que da chegada.

Rua Paissandu, em Laranjeiras, com suas palmeiras imperiais (Foto Augusto Malta e Marcello Cavalcanti Divulgação)

Rua Paissandu, em Laranjeiras, com suas palmeiras imperiais (Foto Augusto Malta e Marcello Cavalcanti Divulgação). Projeto Augusto Malta Revival Rio de Janeiro.

No entanto, somente em 1530 a corte portuguesa mandou uma expedição para colonizar a área nesta época os franceses já tinham estado no Rio de Janeiro e estavam dispostos a lutar pelo domínio daquela região, porem não conseguiram resistir aos portugueses e foram expulsos.

A Cidade do Rio de Janeiro foi iniciada no Morro de São Januário, que recebeu mais tarde o nome Morro do Castelo e logo depois Praça Quinze hoje centro vital do Rio de Janeiro.

Os anos se passaram e a cidade cresceu, porém, o Rio de Janeiro desenvolveu-se de forma mais organizada com a chegada em 1808 da família real portuguesa que veio de Portugal ao Rio de Janeiro, para se proteger da ameaça de invasão a Portugal por parte de Napoleão Bonaparte.

Com a chegada da família real ao Brasil o país se desenvolve grandemente, no entanto ainda era colônia dominada por D. João VI. A permanência do Rei no Rio criou condições políticas para que o Brasil em 1822 se tornasse um Estado Nacional, deixando, portanto de ser colônia.

Na época D. João VI comandava ao mesmo tempo direto do Rio de Janeiro o Brasil e o pais de Portugal trazendo vários benefícios para nosso país como:

– Criação da Casa da Moeda

– Serviço de Correio

– Banco do Brasil

– Imprensa Oficial

– Biblioteca Nacional

– Tesouro Nacional

– Casa de Suplica atual STF

– Criação dos Portos etc…

Nesta época, o Rio de Janeiro foi à Capital do Brasil de onde o Rei também comandava Portugal então o Brasil recebeu o nome de “REINO UNIDO DE PORTUGAL BRASIL ALGARES”.

Com a abertura dos Portos no Rio de Janeiro o Brasil recebeu grandes benefícios de Portugal que contribuíram para o crescimento continuou durante quase todo o século XIX.

Praia de Botafogo retratada por Malta por volta de 1910 quando os bondes passavam por ali ligando a zona Sul ao Centro do Rio.Projeto Augusto Malta Revival Rio de Janeiro

Praia de Botafogo retratada por Malta por volta de 1910 quando os bondes passavam por ali ligando a zona Sul ao Centro do Rio.Projeto Augusto Malta Revival Rio de Janeiro.

O Rio de Janeiro continuou crescendo, inicialmente na direção norte, para São Cristóvão e Tijuca, para o sul na direção da zona sul, em direção a Glória, ao Flamengo e ao Botafogo.

Com a abolição da escravatura em 1889, o progresso foi interrompido, no entanto, o Rio de Janeiro, então chamado Distrito Federal, continuou sendo o centro político e a capital do Brasil. Com o passar dos anos, no começo do século XX no Rio surgiram as ruas largas e construções imponentes, a maioria no estilo francês.

O Rio de Janeiro foi mantido como a capital federal ate 1960 quando foi realizada a construção e a inauguração de Brasília atual Capital da República. Mesmo com a mudança da capital para Brasília, o Estado do Rio de Janeiro, e a cidade do Rio continuou sendo o centro social e cultural do país.

O Rio de Janeiro, além de muito imponente ao longo dos anos vem acumulando títulos como se divulga no site da Prefeitura do Rio. Vejam alguns:

– A revista canadense En Route, publicada pela Air Canadá divulgou em Novembro de 2004 uma pesquisa curiosa onde mostra que o Rio de Janeiro é considerada a cidade mais civilizada do mundo.

– A cidade do RIO foi escolhida em pesquisa de duas universidades americanas – a Universidade de Michigan e a Universidade da Califórnia – como a Capital Mundial da Gentileza.

na praia de Ipanema

Praia de Ipanema. Projeto Augusto Malta Revival Rio de Janeiro

– A revista Forbes-Traveler compilou uma lista em 2007, que inclui o Rio de Janeiro, entre dez outras cidades no mundo, como a melhor cidade para passar um longo fim de semana divertido e diferente.

– Uma pesquisa promovida pelo site “The Blue Sky Explorer”,(o explorador do céu azul) escolheu, entre 19 concorrentes em seis continentes, o céu do Rio de Janeiro como o céu mais azul do mundo seguindo os critérios do NPL-The Nacional Physical Laboratory.

O Rio por Vuitton – O Rio de Janeiro é a sexta cidade escolhida pela empresa francesa Louis Vuitton para integrar a série ‘’carnets de voyages’’.

– A Academia dos Recordes Mundiais concedeu o certificado à empresa Fireworks do Brasil de “Maior Show Pirotécnico Embarcado Mundo” no Réveillon 2008 que iluminou os 4km da Praia de Copacabana no Riode Janeiro, por 22 minutos.

– O Rio de Janeiro foi escolhido o melhor destino na América do Sul segundo concurso do World Travel

ca. 2000, Rio de Janeiro, Brazil --- Rio de Janeiro --- Image by © Richard T. Nowitz/CORBIS

Cristo Redentor – Rio de Janeiro – Brazil. Img. Richard T. Nowitz/CORBIS

Awards 2009.Ipanema ficou com o título “A melhor praia do continente”.

– O Cristo Redentor foi eleito uma das Novas Sete Maravilhas do Mundo.

Pão de Açúcar em Marte. O Rio ganhou uma homenagem a 200 milhões de quilômetros de distância, em Marte. O cientista brasileiro Paulo Souza, da Nasa, batizou uma rocha marciana de Pão de Açúcar. Agosto, 2004.

– A praia de Copacabana foi eleita pelo site AskMen, com 5 milhões de leitores,como a praia mais bonita do mundo.

OUTRAS INFORMAÇOES:

FONTE: Site: http://www.rio.rj.gov.br/

AREA TERRITORIAL DO RIO DE JANEIRO

O município do Rio de Janeiro tem área do é de 1.255,3 Km², incluindo as ilhas e as águas continentais. Mede de leste a oeste 70km e de norte a sul 44km. O município está dividido em 32 Regiões Administrativas com 159 bairros.

O Rio embora tenha se tornado uma das maiores áreas urbanas do mundo, cresceu em volta de uma grande mancha verde, que responde pelo nome de Floresta da Tijuca, a maior floresta urbana do mundo, que continua

Augusto Malta registrou os Arcos da Lapa há quase 100 anos, quando ainda havia linha de bonde nas ruas (Foto Augusto Malta e Marcello Cavalcanti Divulgação)

Augusto Malta registrou os Arcos da Lapa há quase 100 anos, quando ainda havia linha de bonde nas ruas (Foto Augusto Malta e Marcello Cavalcanti Divulgação)

mantendo valiosos remanescentes de seus ecossistemas originais, mesmo tendo sido replantada no século XIX.

A cidade do Rio de Janeiro, constituída por paisagens de excepcional beleza cênica, tem na água e na montanha os regentes de sua geografia exuberante.

TOPOGRAFIA DO RIO DE JANEIRO

Sobre a diversidade topográfica do Rio de Janeiro há uma grande cobertura vegetal. Florestas recobrem encostas e espécies remanescentes de mata atlântica são preservadas no Parque Nacional da Tijuca. Mata de baixada, restingas e manguezais são preservados nas áreas de proteção ambiental de Grumari e Prainha.

LOCALIZACAO GEOGRÁFICA RIO DE JANEIRO

O Rio de Janeiro está situado a (22º54’23”), de latitude sul e (43º10’21”), de longitude oeste, no município do mesmo nome: é a capital do Estado do Rio de Janeiro, um dos componentes da Região Sudeste do Brasil. Ao norte, limita-se com vários municípios do Estado do Rio de Janeiro. É banhada pelo oceano Atlântico ao sul, pela Baía de Guanabara a leste e pela Baía de Sepetiba a oeste. Suas divisas marítimas são mais extensas que as terrestres.

Registro antigo e atual do Centro do Rio (Foto Augusto Malta Marcello Cavalcanti)

Registro antigo e atual do Centro do Rio (Foto Augusto Malta Marcello Cavalcanti)

ÁREA METROPOLITANA DO RIO DE JANEIRO

A Região Metropolitana do Rio de Janeiro é composta por outros 17 municípios – Duque de Caxias, Itaguaí, Mangaratiba, Nilópolis, Nova Iguaçu, São Gonçalo, Itaboraí, Magé, Maricá, Niterói, Paracambi, Petrópolis, São João de Meriti, Japeri, Queimados, Belford Roxo, Guapimirim – que constituem o chamado Grande Rio, com uma área de 5.384km.

CLIMA NO RIO DE JANEIRO

O clima do Rio de Janeiro é do tipo tropical, quente e úmido, com variações locais, devido às diferenças de altitude, vegetação e proximidade do oceano; a temperatura média anual é de 22º centígrados, com médias diárias elevadas no verão (de 30º a 32º); as chuvas variam de 1.200 a 1.800 mm anuais. Nos quatro meses do chamado alto verão – de dezembro a março – os dias muito quentes são sempre seguidos de tardes luminosas, quando em geral caem chuvas fortes e rápidas, trazendo noites frescas e estreladas.

RELEVO DO RIO DE JANEIRO

Vista da Av. Pasteur na Urca, foto de Augusto Malta por volta de 1912 e minha em 2015!

Vista da Av. Pasteur na Urca, foto de Augusto Malta por volta de 1912 e minha em 2015!

O relevo carioca está filiado ao sistema da serra do Mar, recoberto pela floresta da Mata Atlântica. É caracterizado por contrastes marcantes, montanhas e mar, florestas e praias, paredões rochosos subindo abruptamente de baixadas extensas, formando um quadro paisagístico de rara beleza que tornou o Rio mundialmente conhecido como a Cidade Maravilhosa.

O Rio de Janeiro apresenta três importantes grupos montanhosos, mais alguns conjuntos de serras menores e morros isolados em meio a planícies circundadas por esses maciços principais.

RIOS DO RIO DE JANEIRO

O maior rio genuinamente carioca é o Cabuçu ou Piraquê que deságua na Baía de Sepetiba após um percurso de 22km. Os mais conhecidos são: Carioca, primeiro a ser utilizado no abastecimento da população, rio histórico, hoje quase totalmente canalizado e o Cachoeira, por ser o formador das mais belas cascatas da Floresta da Tijuca, como a Cascatinha Taunay e o Salto Gabriela. O rio Guandu, originário de município vizinho, é o curso d’água de maior importância e, abastece de água potável a cidade.

LAGOAS DO RIO DE JANEIRO

Vista do Vidigal, na Zona Sul do Rio -Foto Augusto Malta - Marcello Cavalcanti

Vista do Vidigal, na Zona Sul do Rio -Foto Augusto Malta – Marcello Cavalcanti

São poucas, pequenas e costeiras. A maior delas, a de Jacarepaguá, tem cerca de 11km² de área, conhecida também por Camorim e Tijuca. A de Marapendi tem 3.765m² de superfície e está separada da anterior pela restinga de Jacarepaguá e do oceano pela restinga de Itapeba. Além dessa, encontra-se na Baixada de Jacarepaguá a Lagoinha, com cerca 172m².

A Lagoa Rodrigo de Freitas, antiga de Sacopenapã, uma das paisagens mais bonitas do Rio, é constituída por um espelho d’água com aproximadamente 2,4 milhões de metros quadrados na forma de um coração, que se tornou famoso e conhecido como o “Coração do Rio”. Suas margens, cercadas por parques, quadras de esportes, quiosques para alimentação, pistas para caminhadas e para passeios de bicicleta, são um dos principais pontos de atração da cidade.

LITORAL DO RIO DE JANEIRO

Com extensão calculada em 246,22km divide-se em três setores: Baía de Guanabara, Oceano Atlântico propriamente dito e Baía de Sepetiba.

ILHAS DO RIO DE JANEIRO

Dos 1.255,3 Km² do Município do Rio de Janeiro mais de 37 Km² correspondem às ilhas. Destas, a maioria se encontra na Baía de Guanabara. Mas há, também, as que ficam na costa atlântica e as da Baía de Sepetiba.

Principais Ilhas da Baía de Guanabara:

– Laje;

– Villegaignon;

– Cobras;

– Fiscal;

– Enxadas;

– Governador (é a maior ilha, com cerca de 30 Km² de área) ;

– Paquetá;

– Cidade Universitária (conhecida como Ilha do Fundão).

Principais Ilhas do Litoral Atlântico:

– Cotunduba – em frente à Praia de Copacabana, perto da barra da Baía de Guanabara;

– Arquipélago das Cagarras – em frente a Ipanema;

– Rasa – com um importante farol;

– Arquipélago da Redonda – fora da barra, à esquerda;

– Arquipélago das Tijucas – em frente à Barra da Tijuca;

– Palmas e Peças – entre o Pontal Tim Maia (antigo Sernambetiba) e a Praia Funda;

– Frade – junto à Barra de Guaratiba

– Principais Ilhas da Baía de Sepetiba:

– Bom Jardim; Nova; Cavado; Guaraquessaba; Tatu; Pescaria (unida ao continente por ponte).

IMAGES DO RIO DE JANEIRO ONTEM E HOJE

Do fotografo Augusto Malta:

Acompanhe abaixo as lindas fotografias que estiveram em mostra até 20 de novembro no Centro Cultural Light fica na Avenida Marechal Floriano, 168, no Centro do Rio.CONVITE RIO

O expositor Augusto Malta através de sua exposição procurou mostra um olhar documental ao qual retratou através de montagens fotográficas.

Na exposição através da montagem o expositor mostra imagens do Rio antigo e do rio contemporâneo fazendo uma união de imagens captadas por dois fotógrafos – um no século 20, outro no século 21.

Pela internet através de redes sociais Cavalcanti divulgou o seu trabalho antes de divulgá-los em exposição ao vivo e a cores no Centro do Rio.

No projeto Augusto Malta Revival, Cavalcanti mescla fotos atuais e antigas do Rio de Janeiro. O projeto foi um sucesso segundo os organizadores e Recebeu menção honrosa da Prefeitura/Comitê Rio450 anos merecidamente.

Segundo destacou Cavalcanti “a obra original de  Malta… deveria estar exposta de forma permanente, em algum dos museus da cidade”.

Pois, segundo ele, essa exposição é uma ótima oportunidade para que o carioca conheça o mais sobre o Rio de Janeiro.

VISUALIZE ABAIXO ALGUMAS IMAGENS:

FONTE: SITE PREFEITURA DO RIO DE JANEIRO E CPB.

Mais informações acessem:

http://www.rio.rj.gov.br/

https://pt-br.facebook.com/Augusto-Malta-144845085530251/

http://www.correiopopulardebrasilia.com.br/

O conteúdo desta noticia é de inteira responsabilidade exclusiva de seu autor, não refletindo opinião oficial do site/portal www.correiopopulardebrasilia.com.br ou dos demais editores do Jornal.

 

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *