Ex-presidente Lula se reúne com Lideranças políticas em Brasília

ex-presidente-lulaO ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva se reuniu na residência oficial da Vice-presidência da República nesta quarta-feira (12) com o vice Presidente do Brasil Michel Temer, o ex-presidente José Sarney e líderes do PMDB. Participaram também do encontro  os senadores Eunício Oliveira (CE), Jader Barbalho (PA), Romero Jucá (RR), o ministro das Minas e Energia, Eduardo Braga, e o de ministro do Turismo, Henrique Eduardo Alves.

O encontro de Lula com líderes do PMDB ocorre em um momento conturbado na política brasileira, em que o governo busca fortalecer a base aliada tanto no Senado como na Câmara dos Deputados, pois momento o Governo Federal enfrenta dificuldades para aprovar no Congresso Nacional e também na Câmara projetos considerados importantes para o Governo de Dilma. O encontro marca também uma reaproximação entre o governo e alguns setores do PMDB,

Nos últimos dias o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), propôs uma “agenda-positiva” para a economia e sinalizou trégua com Dilma. A presidente ao se informar sobre o assunto comentou as propostas e afirmou ter “grande interesse” em estudá-las.

Lula vem cumprindo agenda de compromissos na capital Federal desde a terça-feira, quando discursou na abertura da 5ª Marcha das Margaridas, um evento que foi organizado por mulheres trabalhadoras da área rural. Na oportunidade, Lula comentou sobre a crise política e econômica pela qual passa o país e disse:

A presidente Dilma Rousseff pode errar, “como qualquer um erra“.

O vice-presidente Michel Temer amenizou a disputa entre a Câmara e o Senado, depois que o presidente da Câmara, Eduardo Cunha, rompeu com o governo e Renan lançou o plano de ajuda à presidente Dilma Rousseff. Temer disse que a Câmara também se preocupa com o Brasil e que vai colaborar com as medidas sugeridas pelo Senado. Em sua fala Temer disse:

Eu tenho absoluta convicção de que a Câmara vai colaborar”, e que a Câmara também se preocupa com o Brasil e que vai colaborar com as medidas sugeridas pelo Senado.

Michel Temer comentou também que ainda que as propostas levadas por Renan ao governo para reaquecer a economia não foram uma tentativa de “isolar” a Câmara e que sequencialmente fará um encontro entre o presidente do Senado Renan e o presidente da Câmara dos Deputados Eduardo”. e disse:

A sensação que eu tenho, e espero que isso se transforme numa convicção, é de que a Câmara dos Deputados vai colaborar. Alegando que a Câmara também é preocupada com o país. Lá estão os representantes do povo brasileiro. Ninguém quer que o Brasil vá mal

Afirmou Michel Temer.

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *