Terroristas atacam Consulado Americano e uma delegacia em Istambul (Turquia)

Consulado dos EUA em Istambul, na Turquia

Consulado dos EUA em Istambul, na Turquia

O Consulado Americano em Istambul foi atacado a tiros por terroristas nesta segunda-feira (10), logo depois de uma explosão de um carro bomba em frente uma delegacia de policia onde 10 pessoas ficaram feridas.

Duas pessoas abriram fogo contra o Prédio da Representação dos Estados Unidos em Istambul (Turquia), Felizmente no consulado o ataque não causou vítimas. Após o atentado os terroristas um homem e uma mulher apreenderam fuga após enfrentamentos com a polícia, que lançou uma operação na região para capturar os atiradores.

A polícia turca conseguiu deter uma das pessoas, uma mulher que se refugiou em um edifício de apartamentos, segundo informou a emissora “CNN Türk”. A detida Segundo o jornal “Milliyet”, foi identificada como Hatice A., uma enfermeira de 51 anos e militante do partido de esquerda radical DHKP/C, que estava presa e foi solta no mês passado.

A terrorista foi encontrada ferida pelos agentes. Segundo informações de jornais locais a detida sofreu ferimentos de bala e tem problemas cardíacos, motivo pelos quais foi hospitalizada.

O atentado acontece um dia depois de os Estados Unidos desdobrarem seis caças F-16 na base aérea turca de Incirlik (sudoeste do país, perto da Síria), para a luta contra o grupo jihadista Estado Islâmico (EI).

DLSegundo confirmou o governador da principal metrópole turca, Vasip Sahin, o consulado foi atacado por supostos militantes do partido de esquerda radical DHKP/C (Partido Frente Revolucionária de Libertação Popular).

A Turquia esta de alerta desde o mês passado quando iniciou uma operação de combate ao terrorismo que as autoridades chamaram de guerra sincronizada contra o terrorismo. A operação foi deflagrada contra posições do estado islâmico na Síria e de separatistas curdos no norte do Iraque. As ofensivas envolvem também a prisão de centenas de pessoas acusadas de ligações com esses grupos.

Outros acontecimentos:

Pela madrugada houve também um atentado suicida, contra uma estação de polícia em um subúrbio de Istambul, no qual morreram o suicida e um policial.

Em meio à operação para encontrar os responsáveis, dois supostos terroristas foram mortos pelas forças de segurança turcas. Porém ocorreram mais tarde outros dois ataques que provocaram a morte de um soldado e quatro policiais, ambos na província de Sirnak, no sudeste do país.

Embora o governo acuse por estes ataques o PKK (Partido dos Trabalhadores de Curdistão), que no final de julho rompeu um cessar-fogo que durou mais de dois anos, até agora ninguém reivindicou oficialmente esses ataques.

Fontes: CPB – Agencias de Noticias. Agencias Internacionais e CPB.


CPB INFORMA:

O conteúdo desta notícia é de inteira e exclusiva responsabilidade de seu autor, não refletindo opinião oficial do site/portal www.correiopopulardebrasilia.com.br ou dos demais editores do Jornal.

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *